17 de setembro de 2014

Projeto Reconnect: joias que te impedem de checar o celular


Na era digital, a tecnologia mudou o panorama da sociedade e causou um impacto negativo no jeito que nos relacionamos com as pessoas, sejam familiares, amigos ou amores. Esta geração, chamada de geração millennial, está passando por uma forte dependência digital que têm implicações prejudiciais para o futuro. De acordo com KPCB Internet Trend Reports, as pessoas verificam seus celulares, em média, 150 vezes por dia, ou uma vez a cada seis minutos. Meio assustador pensar nisso, né? Já que este ato se tornou tão naturalizado que nem nos damos conta de que estamos escravizados por ele. Outro dado que comprova que a sobrecarga digital se tornará ainda mais opressiva é a lista de empregos do futuro, divulgada pela consultoria norte-americana Sparks & Honey, em que destaca-se o Terapeuta de detox digital, profissional capaz de desintoxicar um indivíduo extremamente viciado em internet e dispositivos eletrônicos.

Seguindo na linha de desintoxicação digital, selecionamos o projeto de graduação da designer holandesa Leonie de Ruiter, Reconnect, marca de joias que oferece uma solução para alterar o comportamento antissocial causado pelo uso do smartphone. A marca é desenvolvida justamente para (re)conectar as pessoas e para valorizarem o tempo que estão juntas, seja em eventos sociais, com a família, amigos, colegas, enfim. A solução que o projeto encontrou foi criar três tipos de joias, um anel (Bella), uma tatuagem eletrônica (Nano) e um colar (Pulse).


Como funciona:

As joias oferecem um feedback ao uso do smartphone de uma maneira bem peculiar. O anel, intitulado Bella, abre e se transforma em uma flor se a pessoa que está usando não usar seu celular em situações sociais. Mas ao contrário, se usar, a flor se fecha. A tatuagem eletrônica, Nano, dá uma sensação de calor e muda de cor quando as pessoas não usam seus aparelhos eletrônicos. Por fim, o colar, Pulse, lembra as pessoas com uma pulsação sutil. Além da função, as jóias possuem um design singular.


Esses objetos são apenas protótipos e podem parecer um pouco exageradas para os dias atuais, porém, além desse, muitos outros projetos e ações estão sendo criados com o mesmo objetivo: nos desvencilhar um pouco da vida virtual e prestar um pouco mais de atenção nas relações com as pessoas, fisicamente, e na beleza que é nosso mundo – real. Reflita! 



Fonte: nextnature

1 comentários:

  1. Conheço muitas pessoas que precisariam disso! rs

    ResponderExcluir